Alimentos ricos em proteínas – 10 opções

Alimentos ricos em proteínas – 10 opções

Os açúcares estão presentes em quantidades muito grandes na maioria dos alimentos. Eles fornecem ao corpo uma energia rápida e em quantidades relativamente grandes. Se essa energia não for usada, o corpo a armazenará ela rapidamente como gordura. Portanto, é aconselhável que as pessoas que desejam perder peso reduzam a proporção de carboidratos e consumam alimentos ricos em proteínas.

As proteínas devem primeiro ser transformadas em energia pelo organismo e, como esse processo já exige energia, o risco de excesso de energia é consideravelmente reduzido.

Esse processo também leva um tempo, o que significa que o corpo não recebe energia dos alimentos de repente, mas gradualmente.

Para ajudar você a entender mais sobre os alimentos ricos em proteínas, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessada em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Por que os alimentos ricos em proteínas são importantes para a queima de gordura?

Alimentos ricos em proteínas

Existem 3 macronutrientes: carboidratos, gorduras e proteínas.

Durante muito tempo, pensou-se que a melhor maneira de perder peso era comer uma dieta pobre em gordura. O raciocínio parecia lógico: a gordura corporal deve vir da gordura dos alimentos, certo?

Ironicamente, a obesidade aumentou drasticamente quando as organizações de saúde começaram a recomendar uma dieta pobre em gordura na década de 1970.

Desde então, os fabricantes se dedicaram à produção de alimentos com baixo teor de gorduras.

A eliminação de gordura é acompanhada por uma perda de sabor. Essa perda de paladar foi compensada pela adição de açúcares baratos.

Os fabricantes encheram seus bolsos cheios. Quanto aos consumidores, eles estavam satisfeitos com esses alimentos ricos em sabor e com pouca gordura.

Não percebemos que esse era o começo de uma pandemia global de sobrepeso, obesidade e doenças da civilização, como o diabetes tipo 2.

A partir da década de 1990, gradualmente ficou claro que são os açúcares e carboidratos refinados que engordam, não as gorduras. Foi nessa época que as primeiras dietas com pouco carboidrato começaram a nascer.

Muitos estudos descobriram que dietas com pouco carboidrato são mais eficazes que dietas com baixo teor de gordura. Na verdade, é o excesso de carboidratos que nosso corpo transforma em gordura corporal é o que faz você engordar.

Os carboidratos são o combustível preferido do corpo. O corpo retira sua energia dos carboidratos antes de queimar gordura e proteína.

Ao consumir menos carboidratos, como em uma dieta pobre em carboidratos, você força o corpo a queimar gordura. Este é o princípio principal da dieta pobre em carboidratos.

Certo, mas e as proteínas?

Boas dietas têm o ponto comum de incorporar alimentos ricos em proteínas em nossa alimentação diária. E não é por nada. Precisamos dessas proteínas para manter nossa massa muscular.

O metabolismo está diretamente ligado à massa muscular. É por isso que o homem precisa de mais calorias do que a mulher; o homem tem mais massa muscular do que a mulher.

Por um quilograma de massa muscular, você queima cerca de 80 calorias por dia, mesmo quando está dormindo. Se você quer perder peso, deve fazer tudo o que puder para evitar a perda de massa muscular.

A perda de massa muscular é acompanhada por uma diminuição no metabolismo. Portanto, é cada vez mais difícil perder peso.

Para evitar a perda de massa muscular durante a perda de peso, é importante ter uma dieta suficientemente rica em proteínas. Proteínas que o corpo pode queimar, além das proteínas necessárias para manter a massa muscular.

Algumas dietas, como as restritivas, pretendem fazer você perder peso o mais rápido possível. De baixa caloria, essas dietas fornecem relativamente pouca proteína. Isso resulta em perda de massa muscular e queda no metabolismo.

Quais são os melhores alimentos ricos em proteínas?

Ovos

Os ovos são a melhor fonte de proteína

Além de possuírem todos os aminoácidos essenciais que o corpo precisa, os ovos são a melhor fonte de proteína que existe. Além disso, eles possuem um baixo valor de mercado, perfeito para quem deseja comer de forma econômica.

A clara do ovo é a que concentrada a maior parte das proteínas, justamente por isso que você vê muitas pessoas a utilizando. Contudo, a gema não deve ser descartada, pois contém diversas vitaminais que o corpo precisa.

As vitaminas presentes nos ovos são: A, E, K, B1, B2, B5, B6, B9 (ácido fólico) e B12.

Os ovos também são uma boa fonte de minerais. Eles contêm os seguintes minerais e oligoelementos: cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, sódio, zinco, cobre, manganês e selênio.

Há muitas pessoas que pensam que os ovos representam um risco à saúde devido ao seu teor de colesterol. No entanto, o colesterol dos alimentos tem pouco efeito sobre os níveis de colesterol no sangue.

Em suma, você pode comer ovos tranquilamente se você tem muito colesterol. De fato, são os açúcares adicionados e os carboidratos refinados que devem ser evitados em caso de colesterol alto.

100 g de ovo contém 13 g de proteína. O ovo, a propósito, é composto principalmente de água: 73 g por 100 g.

Peito de frango

 

Peito frango é o alimento mais rico em proteínasDepois do ovo, o frango é o alimento mais rico em proteínas. É justamente por esse motivo que você vê diversos atletas incorporando o frango em todas as refeições.

Além disso, o peito do frango não contém gorduras ruins, nem carboidratos, perfeito para quem deseja queimar gordura de forma eficaz.

100 g de peito de frango contém 23 g de proteína.

Peito de peru

Assim como o peito de frango, o peito de peru é um dos melhores alimentos ricos em proteínas. Contudo, este é um pouco mais gorduroso e possui um sabor um pouco exótico.

100 g de peito de peru contém 21 g de proteína.

Carne magra

A carne é um alimento muito rico em proteínas e aminoácidos. A carne bovina contém cerca de 22 g de proteína por 100 g.

De fato, a carne bovina é uma excelente fonte de vitamina B12 e ferro heme, facilmente assimilável. O ferro heme é muito mais facilmente assimilado do que o ferro não-heme ingerido a partir de produtos vegetais.

Se o seu orçamento permitir, prefira a carne orgânica de animais alimentados com capim e criados em pastagens. A carne desses animais é muito mais rica em bons ácidos graxos, vitaminas e antioxidantes.

A carne é uma ótima fonte natural de creatina. Este aminoácido é particularmente importante para os fisiculturistas, pois promove desempenho e crescimento muscular.

Alimentos ricos em proteínas: Lula

Ao contrário do que muitos poderiam pensar, a lula é um dos alimentos ricos em proteínas. De fato, 100 g de lula fornecem 30 g de proteína.

Além disso, a lula contém muita vitamina B12. Tanto que, 100 g corresponde a 6 vezes a ingestão diária recomendada de vitamina B12.

E-Book 7 Receitas de Shake caseiro

Como fazer? Shake caseiro. POR TEMPO LIMITADO, pegue agora mesmo sua cópia gratuita do E-book. As cópias gratuitas já estão se esgotando!

Digite Abaixo Seu E-mail para que possa envia o e- book para você gratuitamente

Alimentos ricos em proteínas – 10 opções

Atum

É claro que os peixes são ótimos fornecedores de proteína também. Contudo, o atum se destaca entre eles por causa de seu baixo teor de gordura e calorias. Perfeito para quem deseja queimar gordura e perder peso.

O atum não contém carboidratos e contém menos de 1 g de gordura por 100 g. Além disso, 100 g de atum fornecem 23 g de proteína de alta qualidade.

O atum contém uma boa dose de vitaminas e minerais. As vitaminas do grupo B estão particularmente bem representadas.

Dica: Adicione atum enlatado às suas saladas para enriquecê-las com proteínas.

Salmão

mulher fatiando o salmão

O salmão também é uma excelente fonte de proteínas de qualidade. Além disso, o salmão é rico em ácidos graxos ômega-3, dos quais o corpo não consegue produzir, e, portanto, devem provir da nossa alimentação diária.

Em 100 g de salmão, você encontrará 20 g de proteína de qualidade.

Parmesão

O queijo mais rico em proteínas é o parmesão. De fato, você poderá encontrar, nada mais, nada menos, que 40 g de proteína em 100 g.

Contudo, ele não está no topo da minha lista de alimentos ricos em proteínas por causa da porcentagem de gordura presente nele.

Anchovas

A anchova é tão rica em proteínas de alta qualidade quanto o salmão (20 g por 100 g). Também contém muitos bons ácidos graxos ômega-3 (1,5 g por 100 g).

Alimentos ricos em proteínas: Amêndoas

Amêndoas são uma boa fonte de proteínas vegetais

As nozes são ricas em benefícios: elas são uma boa fonte de proteínas vegetais, ácidos graxos e fibras.

Amêndoas contêm 18 aminoácidos diferentes. No entanto, estes são encontrados em proporções menos favoráveis ​​do que em fontes de proteína animal, como ovos, carne, aves e peixes.

É melhor comer amêndoas cruas. De fato, seus bons ácidos graxos oxidam sob o efeito do calor e perdem parte de seu valor nutricional.

Amêndoas fornecem cerca de 19 g de proteína, 52 g de gordura e 10 g de carboidratos por 100 g.

Ricas em gorduras, as nozes são muito ricas em calorias. As amêndoas fornecem 609 kcal por 100 g. Se você quiser perder peso, precisará levar isso em conta.

Felizmente, para tirar proveito dos benefícios à saúde das amêndoas, basta um pequeno punhado (15 a 30 g) por dia.

Amêndoas são consideradas por muitos nutricionistas como as nozes mais saudáveis. Elas são ricas em minerais como magnésio, fósforo, cobre e manganês.

Gostou de saber mais sobre os alimentos ricos em proteínas? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *